Barão de Cotegipe

Notícias

A Crise da Água em Barão de Cotegipe

Imagem Destaque A Crise da Água em Barão de Cotegipe
Data da Publicação: 07/05/2018
Data do Acontecimento: 27/04/2018

Não é novidade a falta de água contínua no município de Barão de Cotegipe,  falta essa que acarreta em muita preocupação, indignação e transtornos à toda sociedade Cotegipense e que fez com que a Administração Municipal que já é conhecida da Companhia Riograndense de Saneamento ( CORSAN ) cobrasse novamente medidas em caráter de urgência para sanar o problema. 

O fato é que devido ao sucateamento das redes de água potável, a falta de efetivos no quadro de funcionários da empresa, e o crescimento do município, está faltando diariamente o abastecimento nas residências do município.

Visando cessar esses transtornos todos à comunidade, o Prefeito Municipal Sr. Vladimir Farina, acompanhado da Procuradora Jurídica Sra. Vania Szymanski e o Presidente da Câmara de Vereadores Sr Zaqueu Picoli, participaram no último dia 25 de abril em Porto Alegre de uma Audiência junto ao Superintendente da  CORSAN Sr. André Finamor  com a finalidade de cobrar medidas urgentes para que a empresa solucione a falta de abastecimento. 

Na oportunidade foram levadas todas reclamações e os históricos ao Sr. Finamor, e em caso de omissão por parte da CORSAN foi considerado uma possível quebra de contrato junto a companhia, bem como cobrança por meio de medidas judiciais caso não haja movimento de melhoramento por parte da empresa. Segundo o mesmo este é o primeiro caso no Estado onde a falta de abastecimento é causado por problemas de mecanização e não pela falta de água.

Decorrido 2 dias da Audiência é possível verificar movimento por parte da companhia para melhoramento do serviço, na data de 26 de abril foi iniciada a instalação (tubulação e ligação à rede) de um novo poço perfurado ainda em 2017 na saída para o Vale Vitória. Segundo relato do Prefeito Municipal houve a contatação com a RGE para efetuar a ligação da rede elétrica junto ao poço ainda na data de hoje (27/04) que já o deixará em pleno funcionamento e deve melhorar o sistema. Todavia esclarece o Prefeito que isso será apenas o início e que efetuará a exigência de cumprimento de contribuição de melhorias por parte da companhia junto ao município conforme previsto em contrato bem como a instalação de um reservatório exclusivo para este poço em questão.

Entenda o caso: 

Junho 2017 -  Chega à Casa Legislativa inúmeras reclamações por parte da população da falta de abastecimento constante que gera vários debates quanto à recuperação do abastecimento.

Julho de 2017 - Convocação do Gerente Regional Sr. Sidnei Roberto Jung através do Ofício CM 046/2017 para prestar esclarecimentos onde foi confessado desperdício de 55% da água potável pluvial pelo sucateamento das redes e falta de efetivos.

Agosto de 2017 - Decide a Casa Legislativa em Sessão Ordinária por unanimidade de votos elaborar um Abaixo-Assinado para cobrar medidas. População revoltada comunica a imprensa e divulga a situação.

Setembro 2017 - Convocação do Superintendente Passo Fundo Sr. Aldomir Santi a Audiência ministrada pela Câmara de Vereadores com participação de representantes do Poder Executivo.  As cobranças fizeram com que a CORSAN instalasse um novo reservatório que estava a mais de 12 meses depositado no pátio de máquinas da Prefeitura, além da perfuração de 3 novos poços (que ainda não estão em funcionamento) e o concerto das redes que estavam com vazamentos.

Abril 2018 – Falta de abastecimento diariamente no município. Mesmo usando das mais variáveis cobranças junto à empresa as medidas não foram suficientes nem ao menos satisfatórias, em alguns pontos do município a ausência de água continuou constantemente desde 2017 segundo relatos de moradores, os vazamentos continuaram a ocorrer ininterruptamente juntamente como a degradação das ruas, avenidas, calçadas causadas com a aberturas por parte da companhia.


Texto: Suelen Meireles Dal Piva

    Imagens da Notícia

  • Ver imagem

ACESSO AS
REDES SOCIAIS